Por admin | 17/08/2022

Projeto voluntário muda a cor de Olaria

Olaria Verde mobiliza moradores em ações ambientais e alcança marca de mais de 200 árvores plantadas

Conhecida pelo barro vermelho que deu cor, forma e nome ao bairro, Olaria, aos poucos, vem se tornando um pontinho verde na Zona Norte. Tudo isso graças ao trabalho do Coletivo Olaria Verde, grupo voluntário que alcançou recentemente a marca de mais de 200 árvores plantadas na região. Além do plantio e da manutenção, os ativistas também realizam ações de conscientização ambiental com os moradores do bairro.

 

“Aos poucos, estamos mostrando para a população os benefícios desse trabalho e a importância do engajamento local. Contamos com moradores parceiros que abrigam uma muda na porta do domicílio ou preservam alguma nas proximidades”, ressalta Raquel Lagarto, engenheira ambiental formada pela Universidade Veiga de Almeida (UVA) e consultora do grupo, que é independente de órgãos públicos. O Coletivo Olaria Verde foi criado em 2019 pelo advogado e ativista ambiental Victor Vianna.

 

Unindo a boa intenção ao conhecimento técnico da equipe multidisciplinar de voluntários, foi possível melhorar e organizar os plantios e podas no bairro, com escalas de rega e a preferência pelo uso de espécies nativas do bioma da Mata Atlântica, por exemplo, além da padronização das placas que identificam os plantios do Olaria Verde. “Algumas pessoas acham que plantar é simples, mas há uma série de regras para a arborização urbana”, explica Raquel, que também transformou a experiência realizada no Coletivo em seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) na UVA.

 

Entre as mais de 200 mudas plantadas pelo grupo, prevalecem espécies como ipês (rosa, roxo ou amarelo), pau-ferro e sibipiruna. A maior parte das árvores é fruto de doações de moradores do bairro ou adquirida pelos próprios voluntários. Para isso, os ambientalistas também começaram a vender em eventos biofertilizantes fabricados por meio de compostagem própria. Como precisam de um tamanho mínimo para serem levadas às ruas, as mudas são “gestadas” em um berçário improvisado na Policlínica José Paranhos Fontenelle, que cedeu um espaço de horta aos ambientalistas.

 

Segundo o último Plano Diretor de Arborização Urbana do Rio, elaborado pela prefeitura, o déficit arbóreo do bairro é de quase 4,4 mil árvores. À época do levantamento, havia pouco mais de 3 mil árvores em Olaria, que era o 45º bairro do Rio (entre os mais de 160) com mais árvores plantadas. No que depender do trabalho do Olaria Verde, esse número será cada vez maior.

Voltar para notícias

Notícias

Featured image

24/11/2022

Oficina do Papai Noel arrecada brinquedos para crianças da Região dos Lagos

Ver notícia completa
Featured image

21/11/2022

Pesquisadores da UVA transformam lodo de esgoto em argamassa para a construção

Ver notícia completa
Featured image

17/11/2022

Estudantes da UVA ajudam no reassentamento de famílias em situação de risco

Ver notícia completa
Featured image

14/11/2022

Alunos receberão bolsas para PIBID e Residência Pedagógica

Ver notícia completa
 Ver todas as notícias

cursos que
podem interessar