Você está aqui

Notícia

< Voltar

Notícia < Voltar

Campus: 
Polo Campus UVA Tijuca
Polo Campus UVA Barra
Polo Campus UVA Cabo Frio

Tratamento para crianças segue remotamente

Equipe do Centro de Reabilitação da UVA buscou alternativa para prover atendimentos durante o isolamento social

 

Para não interromper o tratamento de crianças com necessidades especiais durante a pandemia da covid-19, o Centro de Reabilitação Clínica Escola da Universidade Veiga de Almeida (UVA), localizado no campus Cabo Frio, desenvolveu uma metodologia que permite o atendimento remoto. Os pais foram capacitados para mobilizar e aplicar os exercícios, levando em consideração o espaço domiciliar, e são acompanhados à distância em tempo real pela professora Cristiane Torres, mentora do projeto, e pelos estagiários da Clínica, todos alunos do curso de Fisioterapia. 

 

As crianças atendidas têm até cinco anos de idade e sofrem de paralisia bilateral (diplegia), microcefalia e dificuldade motora. A preocupação era que, se ficassem sem fisioterapia por muito tempo, por causa do isolamento social, poderiam apresentar regressão do tratamento. Segundo Cristiane, a rigidez dos movimentos poderia acarretar distúrbios pulmonar e articular, entre outras complicações. 

 

O atendimento à distância consiste em 40 minutos de prática realizada duas vezes por semana. São ministrados exercícios individuais para atender a necessidade de cada criança. Lais Siqueira, aluna do 9º período de Fisioterapia e voluntária no projeto, explica: “Para uma criança de quatro anos preparamos um circuito com foco no equilíbrio. Já para outra de um ano e quatro meses buscamos fortalecer o tronco”. 

 

Para Ana Paula Silva, mãe da Giovana de quatro anos, o atendimento remoto da UVA tem sido fundamental para seguir com o tratamento de forma correta durante o confinamento. “Há dois anos a Giovana faz a fisioterapia no Centro de Reabilitação Clínica Escola da Veiga. Antes de iniciar o tratamento, ela caía o tempo todo, tinha dificuldade para levantar e andava na ponta do pé. Hoje já tem 85% de equilíbrio”, revela Ana Paula. 

 

 

 

09/jun/2020

Tema:
UVA,

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com os nossos TERMOS DE USO E POLITICAS DE DADOS. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.