Você está aqui

Notícia

< Voltar

Notícia < Voltar

Campus: 
Tijuca
Barra
Cabo Frio

Aulas virtuais unem famílias

Universidade Veiga de Almeida   |    Tijuca Barra Cabo Frio

Superado o desafio de implementar a virtualização das aulas, docentes agora vivenciam o engajamento produtivo dos estudantes em família

 

A Universidade Veiga de Almeida (UVA) mobilizou docentes e equipe para virtualizar cerca de 3 mil disciplinas em tempo recorde. Desde que foi decretado o isolamento social como forma de mitigar a transmissão da Covid-19, as aulas da UVA passaram a ser transmitidas em tempo real, pela internet, nos horários e dias que aconteceriam presencialmente. Dessa forma, o ano letivo foi mantido com alunos e professores em segurança em suas casas. Depois da adaptação à essa nova rotina de interação com o professor e forma de aprendizado, os alunos descobriram um outro aspecto positivo da virtualização: pais, avós, irmãos, companheiros - que obrigatoriamente compartilham do isolamento social – também estão assistindo as aulas junto com eles.

 

Alguns parentes aproveitam para reciclar os conhecimentos já adquiridos, outros aprendem coisas novas e que serão úteis no próprio campo profissional. É o caso do marido da Ohana Alcaires Dantas, 30 anos, estudante do 6º período de Arquitetura e Urbanismo da universidade. Leonardo Guedes Dantas, de 36 anos, está concluindo o curso de Engenharia da Computação e tem aproveitado a aulas da Ohana na UVA para aperfeiçoar os conhecimentos na produção de desenhos 3D. “Estamos aprendendo a desenhar com o software 3DsMax na aula da professora Caroll Bulcão. Como é preciso bastante atenção nos detalhes dessa programação, além da aula presencial, ela também gravou vídeos de suporte que estão disponíveis no YouTube para acessarmos sempre que precisarmos”, conta Ohana.

 

Professora dos cursos de Design Gráfico, Design de Animação, Audiovisual e Jogos Digitais, Caroll conta que neste mês já teve aluno assistindo aula de Photoshop e Illustrator junto com os avós também. Outra disciplina que está tendo bastante adesão da família é de Laboratório de Gestão Empresarial, do professor José Carlos Vinhais. Ele diz que chegou a contabilizar em um dia a participação de 11 parentes de alunos na sala de aula virtual. A disciplina dele faz parte da matriz dos cursos de Administração, Recursos Humanos, Relações Internacionais, Turismo e Contabilidade. “A aula sobre os efeitos da globalização para os negócios foi uma das que teve maior interação, tanto dos alunos como da família”, relata Vinhais.

 

Isabela Gomes da Silva, de 18 anos, aluna do primeiro período de Relações Internacionais, conta que as aulas do professor Vinhais são tão interativas que despertou o interesse do namorado, André de Lima Paiva, de 22 anos, estudante de Enfermagem. “As aulas têm sido muito proveitosas para nós dois, principalmente pela abrangência do tema. O André tem bastante interesse em comércio exterior e o conteúdo que estamos compartilhando é uma excelente oportunidade para absorvermos ainda mais e poder planejar o futuro”, avalia Isabela.  

 

Para a reitora da Universidade Veiga de Almeida, Beatriz Balena, esse é um momento importante para o educador se reinventar. “Sai de cena aquele que tudo sabia, podia e tinha domínio e controle sobre as turmas e emerge a figura de um curador de conteúdo. O novo professor é alguém que sabe aplicar na prática alguns conteúdos teóricos e que faz o papel de orientador para construir para este aluno um arcabouço de conhecimento que o ajude a resolver problemas”, explica.  Na UVA, a proposta de ter o aluno como agente participativo, não apenas aquele que recebe conteúdo, faz parte metodologia maker já em curso antes da pandemia. Contudo, para Beatriz, essa nova forma de ensino e aprendizado vivenciada hoje com a virtualização das aulas acelerou o processo de mudança para todos.

23/jun/2020

Tema:
Graduação,