Quais as diferenças entre licenciatura e bacharelado em Educação Física?

Já não é novidade que, para ter uma vida plena de saúde e bem-estar, as atividades físicas devem fazer parte do seu dia a dia. E é neste ponto que entram os profissionais de Educação Física: indispensáveis para determinar e orientar os exercícios a serem realizados de modo correto.
De forma geral, o trabalho dos profissionais de Educação Física consiste basicamente em estudar, prescrever, acompanhar e instruir os mais diversos públicos, desde crianças até idosos, para atuar em diferentes atividades físicas e esportes capazes de prevenir diversas patologias e doenças.
Promovendo a saúde por meio da prática de atividades que mantêm nosso corpo em constante atividade, o papel dos educadores físicos é fundamental para compreender fatores como o tipo e a intensidade das práticas físicas conforme o peso, a estatura e as condições de saúde, considerando sempre a avaliação das equipes médicas para manter as atividades de maneira correta e evitar danos.

A IMPORTÂNCIA DOS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO FÍSICA PARA A SOCIEDADE

Atualmente, muito se fala sobre a importância da prática de exercícios físicos para a manutenção da saúde e dos aspectos psicossociais do indivíduo. Por isso, o profissional de Educação Física tem se tornado cada vez mais evidente em seu papel na sociedade.
São eles que incentivam o amadurecimento das capacidades motoras desde a infância até a terceira idade, seja por meio de atividades físicas ou através de diversas modalidades esportivas.
Através dos conhecimentos técnicos desses profissionais, totalmente vinculados à prestação de serviços à saúde, é possível desenvolver um plano adequado para a promoção da saúde e ampliar o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas.
A prática de exercícios físicos melhora o condicionamento físico e influencia diretamente na saúde. Por isso, contar com a orientação de um profissional especializado é indispensável para associar atividades específicas para cada pessoa. Daí a importância de ter um profissional orientando e acompanhando toda a prática de atividades físicas, fator que pode fazer toda a diferença.
Outra atuação de extrema importância dos educadores físicos é seu trabalho em prol da reabilitação física e de pessoas com necessidades especiais ou que passaram por traumas, assim como de indivíduos acometidos por patologias comuns na sociedade, como obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes e até mesmo estresse.
Respeitando os processos individuais de cada aluno, o educador físico é importante na manutenção da prevenção de doenças, trazendo diversos benefícios tanto na saúde física como na emocional e mental.
É cientificamente comprovado que a prática de atividades físicas ajuda em pontos fundamentais para o restabelecimento da saúde da população em geral. Os seus principais benefícios são:
  • melhora a circulação;
  • diminui risco de doenças do coração;
  • reduz e controla o diabetes;
  • ajuda a reduzir e controlar o peso;
  • reduz o risco de pressão alta;
  • mantém ossos, articulações e músculos saudáveis;
  • promove bem-estar físico e mental;
  • reduz o estresse;
  • ajuda na promoção da recuperação do indivíduo enfermo;
  • promove o desenvolvimento educacional, social, moral e afetivo;
  • melhora a produtividade e a autoestima;
  • aumenta a força e a resistência muscular;
  • combate a ansiedade e a depressão;
  • aumenta a disposição;
  • fortalece o sistema imunológico;
  • e muito mais.
Com isso, contar com o auxílio de educadores físicos é de extrema importância para uma prescrição adequada de atividades físicas capazes de promover a saúde, a reabilitação física e até mesmo ampliar o rendimento esportivo.
A prática esportiva é recomendada por especialistas em todas as fases do desenvolvimento da população, desde a primeira infância. Por isso, dentro do ambiente escolar, o educador físico é o mais conhecido, já que é ele quem propõe os primeiros contatos dos alunos com exercícios e esportes.
Mesmo assim, existem muitas oportunidades de atuação para os profissionais que dedicam suas vidas à carreira em Educação Física. Ao optar por uma graduação, seja bacharelado ou licenciatura, os educadores físicos se tornam fundamentais para a sociedade, trabalhando em setores variados em prol da saúde e do bem-estar da população de forma ativa.

BACHARELADO OU LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA? QUAIS AS DIFERENÇAS

BACHARELADO

O curso de graduação em Educação Física tem duração média de quatro anos e é do tipo bacharelado. Atualmente, é possível encontrar o curso nas modalidades presencial, semipresencial e a distância.
Com uma matriz curricular focada em matérias das Ciências de Saúde, o curso busca formar profissionais humanistas, críticos e analíticos. O objetivo é prepará-los para atuar em:
  • prevenção, promoção, proteção e reabilitação da saúde;
  • educação e reeducação motora;
  • ampliação do rendimento físico-esportivo;
  • gestão de empreendimentos relacionados às atividades físicas, recreativas e esportivas;
  • valorização das manifestações e expressões do movimento humano;
  • entre outros.
Como um profissional que deve estar pronto para atuar no planejamento, na prescrição e na coordenação de projetos e de programas de atividades físicas, recreativas e esportivas, também fazem parte da estrutura curricular do curso matérias como:
  • Anatomia Humana;
  • Fisiologia;
  • Nutrição;
  • Prevenção de Lesões;
  • Primeiros Socorros;
  • Assistência Integral;
  • Biologia Celular;
  • Biologia dos Tecidos e Desenvolvimento;
  • Bioquímica Geral e Metabólica;
  • Ciência dos Dados e Inteligência Artificial;
  • Criatividade, Inovação e Experiência;
  • Entre outras.
Além disso, outras disciplinas específicas também são abordadas como Desenvolvimento Motor, Atletismo, Esportes Aquáticos, Dança, Esportes, Ginástica, entre outros.
Para se tornarem profissionais de Educação Física, os alunos precisam realizar estágio supervisionado, apresentar comprovantes de participação em eventos relacionados às atividades complementares e ainda apresentar um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

LICENCIATURA

O curso de licenciatura em Educação Física também tem duração média de quatro anos, porém seu foco é totalmente voltado para as áreas da educação e da pesquisa.
Com isso, o curso possibilita que o profissional trabalhe diretamente em escolas, ministrando aulas em instituições da educação infantil e dos ensinos fundamental e médio, alinhados com as propostas pedagógicas das escolas.
Assim como no bacharelado, no curso de licenciatura, os alunos têm uma matriz curricular inicial voltada para as Ciências de Saúde para auxiliar na compreensão sobre o funcionamento do corpo, principalmente em seus aspectos fisiológicos. Com isso, matérias como Fisiologia Humana, Fisiologia do Exercício e Anatomia são comuns no primeiro ano da faculdade.
Em seguida, os alunos recebem uma formação mais voltada para sua atuação na área da educação com disciplinas teóricas e práticas indispensáveis para a formação do profissional, como:
  • Didática e Organização do Trabalho Educativo;
  • Dimensões Antropológicas e Sociais da Saúde;
  • História da Educação;
  • Filosofia da Educação;
  • Educação e Saúde;
  • Entre outras.
Para concluir a graduação e obter seu diploma de licenciatura, o aluno precisa realizar um estágio supervisionado.
Apto a atuar como professor em escolas e instituições de ensino, o profissional pode atuar em escolas da rede pública ou particular e em institutos de pesquisa ou faculdades. Dando seguimento à carreira e investindo em educação continuada acadêmica, com mestrado e doutorado, também é possível atuar formando os professores para a área.

PRINCIPAIS ÁREAS DE ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL FORMADO EM EDUCAÇÃO FÍSICA

A Educação Física é uma área que tem crescido muito nos últimos anos no Brasil, apresentando muitas oportunidades para quem deseja seguir essa carreira. Conheça algumas delas:
  • Personal trainer em empresas, academias e centros esportivos;
  • Pesquisador em institutos de pesquisa;
  • Professor em escolas públicas e privadas, instituições de ensino, escolas de dança, entre outros;
  • Preparador físico em instituições esportivas;
  • Orientador de atividades de lazer e recreação em hotéis, clubes, cruzeiros, pousadas e resorts;
  • Reabilitador físico em hospitais e centros de saúde públicos e privados, clínicas e centros de terapia complementar, centros de recuperação e similares.
A UVA oferece cursos com professores qualificados e estrutura adequada que atende aos mais diversos anseios profissionais. Conheça toda a estrutura da UVA e saiba mais sobre nossos cursos de licenciatura e bacharelado em Educação Física, disponíveis nas modalidades presencial e semipresencial.