Por admin | 27/02/2020

Ex-aluno da UVA, Tarcisio Zanon conquista carnaval do Rio com a Viradouro

Carnavalesco é pós-graduado em Figurino e Carnaval pela UVA, primeiro curso do Brasil na área, e um dos principais expoentes da folia carioca

Campeão do Grupo Especial das Escolas de Samba do Rio de Janeiro com a Viradouro, Tarcisio Zanon, 32 anos, é um dos principais nomes da nova geração de carnavalescos das escolas da elite do Rio. Nascido em Cantagalo, no interior do estado, Tarcisio também é um estudioso do tema. Inspirado em nomes como Joãosinho Trinta e Paulo Barros, a que sucedeu na agremiação de Niterói (RJ) ao lado do marido, Marcus Ferreira, ele saía de Campos dos Goytacazes, depois de uma semana de trabalho convencional, para vir à capital fluminense aos sábados se especializar em Figurino e Carnaval na Universidade Veiga de Almeida (UVA), a primeira e única pós-graduação do Brasil na área, criada em 2007.

 

“Sempre fui apaixonado por carnaval e tive a oportunidade de iniciar minha trajetória na área ainda no interior do Rio. Mas o curso da UVA foi, sem dúvidas, um divisor de águas na minha carreira. Além do conhecimento técnico, a pós abriu muitas portas para mim. Foi onde tive a oportunidade de fazer networking com grandes nomes do carnaval”, conta Tarcisio, que ingressou na UVA em 2014 e desde então acumula três títulos no carnaval carioca: dois no Grupo de Acesso e o da Viradouro, segundo título da vermelho e branco na elite. Na especialização, teve a oportunidade de aprender com nomes como Jack Vasconcelos, carnavalesco da Mocidade Independente de Padre Miguel – de quem foi estagiário, ainda em 2014, e depois assistente, na Estácio de Sá –, Edson Pereira, da Vila Isabel, Milton Cunha, também carnavalesco e cenógrafo, e Jorge Abreu, um dos mais renomados maquiadores artísticos do Brasil.

 

“A pós em Figurino e Carnaval não tem o objetivo de capacitar somente carnavalescos, mas, sim, pessoas que saibam criar a festa a partir de um pensamento crítico acadêmico. Quando o Tarcisio chegou, vimos que o talento dele era especial. Ele sempre desenhou e pintou excepcionalmente bem”, lembra Edson Klayton, coordenador do MBA, que apresentou o jovem carnavalesco a Jack Vasconcelos. O curso também já formou nomes como Severo Luzardo, ex-carnavalesco da União da Ilha do Governador, e os jurados do Grupo Especial Beatriz Badejo, que avalia o quesito Mestre-Sala e Porta-Bandeira, e Paulo César Morato, da Comissão de Frente.

 

Durante os 20 meses de especialização, os alunos aprendem processos de criação e construção do figurino para espetáculos, a manipular desenhos, plantas e técnicas gráficas aplicadas ao Carnaval e a identificar os mecanismos de elaboração de um enredo carnavalesco, por exemplo. Os estudantes realizam ainda visitas técnicas a Cidade do Samba, teatros, ateliês de figurinos e estúdios de televisão. Além de Jack Vasconcelos e Edson Pereira, o corpo docente atual também é composto por Luiz Carlos Magalhães, presidente da Portela, responsável pelo módulo de História do Carnaval, e Gustavo de Melo, jornalista e pesquisador especializado em enredos.

 

 

Por Universidade Veiga de Almeida

Voltar para notícias

Notícias

Featured image

20/12/2021

Principais tendências de looks para as festas de fim de ano

Ver notícia completa
Featured image

15/12/2021

Ceia alternativa para Natal mais econômico e consciente

Ver notícia completa
Featured image

06/12/2021

Aluna expõe trabalho na Galeria Caruá

Ver notícia completa
Featured image

29/11/2021

Egressa da Veiga conquista prêmio do CREA-RJ

Ver notícia completa
 Ver todas as notícias