Quais são as principais áreas de atuação na Engenharia de Produção?

Você conhece as áreas de atuação da Engenharia de Produção? Essa é uma profissão do futuro, já que os profissionais encontram pela frente um caminho amplo, devido à formação multidisciplinar. O curso dá ênfase para a atuação de vários setores, desde a prestação de serviços, passando pela indústria automobilística até a mineração.
Cabe aos formandos lidar com os mais variados recursos com o objetivo de aumentar a rentabilidade e a produtividade do negócio. Esse tipo de engenharia é oferecido na modalidade Bacharelado e a grade de matérias se divide entre disciplinas da área de Exatas e profissionalizantes.
Com tanto conhecimento, a procura pelo engenheiro de produção é cada vez maior, pois as empresas buscam profissionais para cortar custos, otimizar processos e aumentar a qualidade e a produtividade do trabalho.
E aí, ficou interessado? Quer saber quais são as principais áreas de atuação da Engenharia de Produção? Então, leia o post!

PRINCIPAIS ÁREAS DA ENGENHARIA DE PRODUÇÃO

O engenheiro de produção deixou de atuar apenas na indústria automobilística, e passou a assumir postos de trabalho em vários campos, como o de serviços. Assim, as áreas de atuação do profissional são amplas. Confira, a seguir, as principais.

ENGENHARIA DE PRODUTO

O profissional dessa área se dedica aos processos inovadores e às ferramentas para lançamento de novos produtos, desde a criação até colocação no mercado. Além disso, pode melhorar as mercadorias já existentes. Afinal, as empresas precisam ser atualizadas para conseguir conquistar novos públicos, certo?
As possibilidades são inúmeras, pois esse engenheiro pode atuar diretamente em cada etapa da produção ou estudar o mercado para encontrar a melhor solução para os consumidores.

LOGÍSTICA

Nessa área, o engenheiro de produção deve lidar com a melhoria e a gestão de processos que se relacionam com transporte e movimentação de matérias-primas, produtos finais e intermediários. Por meio da cadeia produtiva, é possível garantir que os itens estejam disponíveis quando requeridos.
Além disso, ele pode atuar na otimização de espaços físicos a partir da gestão de estoque e armazenamento dos produtos. Em relação às outras áreas, os profissionais podem desenvolver ferramentas de Pesquisa Operacional para melhorar os sistemas logísticos ou usar a Logística Reversa a favor da Engenharia da Sustentabilidade.

ENGENHARIA ORGANIZACIONAL

A Engenharia Organizacional é uma boa área para quem deseja ser uma pessoa de negócios. Assim, a rotina do profissional consiste em aplicar inovações, gerir projetos, avaliar desempenhos e elaborar planejamentos estratégicos. Para se dar bem, é muito importante que esse tipo de engenheiro seja um bom empreendedor.
Na rotina profissional, a pessoa precisa compreender perfeitamente o processo e gerir o negócio de modo integrado, apoiando-se em um sistema de informação. Com os conhecimentos globais das atividades desempenhadas, ele saberá como algumas decisões afetam a outra ponta da produção.
Quem segue essa especialidade é admirado pelas habilidades e considerado uma peça essencial do negócio.

ENGENHARIA DE QUALIDADE

Nessa área, o profissional poderá desenvolver e utilizar ferramentas quantitativas e qualitativas para o controle da qualidade de produtos e processos. As tarefas do especialista incluem o uso de conceitos e ferramentas voltados para a confiabilidade, além da implementação do controle estatístico.
Os principais recursos que são utilizados na rotina diária de trabalho do engenheiro de qualidade são:
  • Cartas de Controle;
  • Histograma;
  • Diagrama de Pareto;
  • Diagrama de Ishikawa;
  • Fluxograma de Processo.

ENGENHARIA DO TRABALHO

Quem opta por essa especialidade deverá implementar uma rotina que garanta uma grande produtividade, sem perder a qualidade. O profissional focará os sistemas e os ambientes, sempre com o objetivo de atender à necessidade da equipe e aproveitar suas capacidades do melhor modo possível.
A ideia principal é preservar a integridade física e a saúde, melhorando a relação entre os membros do grupo e com o ambiente ao redor. Além disso, de acordo com a quantidade de funcionários e o grau de risco dos processos, diversas empresas mantêm um quadro de funcionários específicos para a segurança e saúde do trabalhador.
Por isso, esse tipo de engenheiro tem como alternativa se especializar em Engenharia de Segurança do Trabalho, podendo assinar como responsável técnico nessa área.

ENGENHARIA DE SUSTENTABILIDADE

Todos sabem que o impacto ambiental no planeta aumentou muito nos últimos anos. A função da indústria, nesse cenário, não deve ser ignorada, não é mesmo? Pensando nisso, as agências governamentais do mundo se esforçam para estabelecer um padrão para a redução dos danos ao ambiente, o que inclui as comunidades que vivem perto das indústrias.
Assim, as instituições precisam manter um grupo de funcionários especialistas em gerenciamento e certificação ambiental. Essa pode ser uma boa alternativa para o engenheiro de produção, principalmente, para aqueles que se preocupam com a natureza e o futuro do planejador.
Ao escolher essa opção, os profissionais devem desenvolver produtos e processos que atendam aos padrões ambientais. É fundamental ficar atento para que a produção seja eficiente sem causar muitos danos ambientais.

COMO ESCOLHER UMA ÁREA DE ATUAÇÃO

Você pode optar pela área de atuação antes de definir o curso de graduação ou durante esse percurso. O mais importante é ficar informado sobre a profissão que deseja seguir e, assim, fazer a opção mais adequada de acordo com os seus objetivos.

CONVERSE COM PROFISSIONAIS DO RAMO

Antes de estudar sobre a sua área de atuação, uma boa opção é conversar com quem já está trabalhando no setor há um tempo. Caso você esteja em dúvida entre algumas opções, procure pessoas experientes de cada uma delas. Esse bate papo é fundamental, já que poderá esclarecer alguns pontos.

LISTE SUAS HABILIDADES

Outra dica é refletir sobre quais as características que você mais gosta em você mesmo. Assim, liste as suas habilidades, podendo ser virtudes relacionadas ao mundo profissional ou não.

PESQUISE BASTANTE

Por fim, para escolher a área de atuação, é essencial saber sobre ela antes. Logo, avalie o mercado de trabalho, qual o salário médio e pesquise em sites confiáveis sobre a profissão que deseja seguir.
Agora que você já conhece as áreas de atuação da Engenharia de Produção, lembre-se de escolher uma universidade de qualidade e que proporcione todo o conhecimento necessário durante a graduação. Além disso, analise os seus objetivos, considere o seu perfil, avalie o mercado de trabalho e as suas habilidades no momento de optar por uma especialidade.
Gostou deste post e tem alguma dúvida? Então, entre em contato conosco. Será um prazer atender a você!