UVA - Universidade Veiga de Almeida

Cursos de Graduação, Pós-Graduação, Mestrado e Extensão

Universidade Veiga de Almeida

Ligue para a UVA (21) 2574 8888


Acesso ao Sistema

Aluno
Professor
Esqueci a senha

Início > Notícias > Emoção no encerramento do XVII Festival de Teatro do Rio

Emoção no encerramento do XVII Festival de Teatro do Rio

27 de setembro de 2010

O XVII Festival de Teatro do Rio chegou ao fim. E para celebrar o seu encerramento, o Campus Tijuca da Universidade Veiga de Almeida, foi palco de uma cerimônia inesquecível.

Na abertura a companhia Dançarte UVA, que tem no elenco a dançarina Patrícia Arôxa, apresentou uma performance ao som da música tema do seriado A Grande Família, fazendo uma clara menção a atriz homenageada do XVII Festival de Teatro do Rio, Marieta Severo.

Após a performance, os apresentadores assumiram o palco para anunciar os premiados da noite. Em cena, Sandro Miranda, Cristina Amaral e Isabela Vital, apresentaram os vencedores das 11 categorias. Não faltaram aplausos e agradecimentos cheios de emoção.

O fato de ser selecionado para se apresentar em um dos mais tradicionais eventos do gênero no país, já é uma conquista. Mas o destaque ficou a cargo de duas peças, a Rosa de Cabriúna da Cia de Teatro do Conservatório de Tatuí (SP), e o Avarento do grupo Farsa de Porto Alegre. A primeira como melhor peça pelo júri oficial, e a segunda como a melhor peça segundo voto popular. Cada uma embolsou dois mil reais com a conquista.

Em entrevista ao Informativo Veiga Online, Elison Couto, o protagonista da peça O Avarento, que conta a história de Harpagão, um velho sovina que faz qualquer coisa para proteger a sua fortuna, comentou estar muito feliz com o prêmio. “Esse era o prêmio que eu mais desejava, desde agosto do ano passado estamos nos apresentando e agradando ao público”, comentou.

Já a Rosa de Cabriúna, conta a história das filhas do coronel Zé Inácio, fazendeiro e chefe político, que fazem promessa a São Gonçalo para arranjarem um noivo, foi representada pela gerente de comunicação do Conservatório de Tatuí Deise Juliana de Oliveira. Segundo ela, “se eu disser que estamos orgulhosos é até redundante”. Em entrevista, o diretor Carlos Ribeiro, bastante emocionado revelou, “eu fiquei muito surpreso e feliz com o prêmio”.

O evento contou com a presença de importantes figuras da Instituição: a chanceler da Uva, Nina Moura de Almeida, o reitor da UVA, Mario Veiga de Almeida Júnior, a diretora do Centro Cultural Veiga de Almeida e do XVII Festival de Teatro do Rio, Anunciata de Almeida, a diretora acadêmica do Campus Barra e coordenadora da Escola de Design, Lurdes Luz, o diretor do Campus Tijuca, Abílio Gomes, o Pró-reitor Comunitário, Antonio Augusto de Andrade Magaldi, a gerente de marketing, Leila Vital, o artista plástico Jorge de Salles entre outros.

Entre declarações emocionadas e a ansiedade da premiação, a cerimônia de encerramento do XVII Festival de Teatro do Rio foi no mínimo grandiosa. Com presença marcante da instituição como um todo, o evento foi mais do que uma simples premiação, mas sim uma prova de que a dramaturgia brasileira vive e viverá por muito tempo. Que venha o XVIII Festival de Teatro do Rio.

 

Confira todos os premiados do XVII Festival de Teatro do Rio

   1. Melhor Cenário

Ganhador: Rosa de Cabriúna por Jaime Pinheiro

   1. Melhor Figurino

Ganhador: Cru por Cinthia Carla

   1. Melhor Iluminação

Ganhador: Orire – Saga de um herói que confrontou a morte por Jorginho de Carvalho

   1. Melhor Atriz coadjuvante

Ganhadora: Lucia Bendati em O Avarento

   1. Melhor Ator coadjuvante

Ganhador: Carlos Doles em Rosa de Cabriúna

   1. Melhor Texto

Ganhador: Alexandre Ribondi por Cru

   1. Melhor Atriz

Ganhadora: Dalila Ribeiro em Rosa de Cabriúna

   1. Melhor Ator

Ganhador: Chico Santana em Cru

   1. Melhor Direção

Ganhador: Carlos Ribeiro em Rosa de Cabriúna

   1.  Melhor Espetáculo Juri Oficial

Ganhador: Rosa de Cabriúna

   1.  Melhor Espetáculo Juri Popular

Ganhador: O Avarento


Veja mais fotos do evento no flickr da UVA.