UVA - Universidade Veiga de Almeida

Cursos de Graduação, Pós-Graduação, Mestrado e Extensão

Universidade Veiga de Almeida

Ligue para a UVA (21) 2574 8888


Acesso ao Sistema

Aluno
Professor
Esqueci a senha

Mestrado Mestrado Profissional em Odontologia

Próxima turma:

Previsão para 2017.1.

Duração:

18 a 24 meses

Situação legal:

Reconhecido pela Portaria de Nº 1.077 de 31 de agosto de 2012.

Campus e turno:

Campus Tijuca: Uma semana por mês, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.


Objetivo:

Capacitar os profissionais para identificar, analisar e solucionar problemas clínicos, visando um amplo conhecimento científico que ultrapassa os limites da técnica pura, formando mestres aptos a desenvolver uma ampla visão de sua profissão, capazes de buscar informações e inovações em diversas competências da área odontológica.
 

Exigências do Mercado:

O programa está baseado na integração dos conhecimentos técnicos e científicos da Odontologia com aqueles oriundos da área de Gestão Profissional para formar mestres capacitados a desenvolver e gerenciar projetos direcionados ao serviço de clínicas odontológicas e aos serviços de saúde pública. Este formato é uma premissa fundamental para preparar profissionais para atuar no atual cenário da economia brasileira que projeta constantes mudanças e estar pronto para lidar com a ascensão dos novos modelos de odontologia de grupo.

Para isso, o programa enriquece a formação do futuro mestre oferecendo conhecimento teórico das de marketing e gestão de clínicas assim como capacitação prática na clínica de odontologia do Centro de Saúde Veiga de Almeida.

As mudanças sociais impostas pela evolução das relações de consumo entre a sociedade e os provedores de serviços de saúde afetam o mercado e o comércio odontológico brasileiro e impõem aos gestores da área a necessidade de estabelecer uma vantagem competitiva. Isto siginifca que a formação básica em Odontologia já não é mais suficiente. O gestor que deseja atuar na área odontológica necessita de complementar a sua formação com conhecimento teórico especializado na condução de projetos teóricos.

O desenvolvimento de novas diretrizes curriculares para os cursos de Odontologia e a evolução da consciência de autonomia universitária permitem que os cursos possam ser planejados para atender as necessidades de cada região brasileira. Com base nestas premissas, foram estabelecidas as áreas de concentração do programa: Reabilitação Oral e Periodontia.

A concentração em Reabilitação Oral atende as necessidades identificadas no Rio de Janeiro e desenvolve no aluno as competências e habilidades fundamentais para lidar com os tratamentos clínicos de alta complexidade. A outra área de concentração do programa - Periodontia - possibilita o desenvolvimento do tratamento interdisciplinar, que abrange desde a prevenção até a reabilitação protética, a partir de um conjunto de conteúdos específicos, que inclui ainda a Implantodontia, construindo uma formação interativa e interconectada para permitir ao aluno uma visão integral da situação clínica e tecnológica atual.

O resultado desta interação é a qualidade do diagnóstico obtido, a formulação do plano de tratamento baseado na relação custo x benefício das diferentes modalidades de tratamento, a execução do tratamento pautado no conhecimento científico das reações biológicas e nas propriedades dos materiais utilizados.

 

Nosso Desafio:

O grande desafio proposto neste programa está baseado em sua relação com o mundo fora do ambiente acadêmico. Pretende-se, através da formação de nossos mestres, diminuir a dicotomia existente entre o conhecimento teórico ensinado na universidade e a prática confrontada pelo profissional na realidade, proporcionando uma dinâmica única, nova e que oferece autonomia a este mestre.

A partir do cumprimento deste desafio, abrem-se portas não só para novas concepções no trabalho habitual do profissional, mas amplia-se também o cmapo de trabalho, quer seja na universidade como professor pesquisador, em gerenciamento de clínicas como gestor do serviço público de saúde ou indústria odontológica.

O Programa do Curso de Mestrado Profissional em Odontologia da Universidade Veiga de Almeida se preocupa tanto com o sujeito já integrado no mercado de trabalho quanto com aquele que busca esta integração, à medida em que oferece uma estrutura articulada, que contempla uma relação direta com o mercado de trabalho da área odontológica e está ligada ao dia-a-dia destes profissionais. Esta estrutura contempla uma pesquisa presente, que funciona como uma poderosa ferramenta para transferência desse conhecimento para a prática, permitindo a resolução dos mais complexos problemas clínicos encontrados.
 

Público-alvo:

O Programa de Mestrado Profissional em Odontologia é voltado para profissionais portadores de diploma de Curso de Graduação em Odontologia reconhecido pelo MEC.
 

Perfil do Egresso:

O profissional formado pelo programa de Mestrado Profissional em Odontologia da Universidade Veiga de Almeida será reconhecido como Mestre em Odontologia, capaz de analisar, compreender, identificar e gerenciar soluções e tratamentos, considerando a associação de suas habilidades profissionais e o conceito de saúde na sociedade.
 

Aptidões e competências adquiridas:

- Compreensão plena dos princípios teóricos da ciência e engenharia dos materiais, da biologia celular e da ciência comportamental, sendo capaz de aplicá-los nos aspectos práticos dos tratamentos odontológicos envolvidos nas áreas de concentração propostas pelo programa do curso;

- Apto a identificar, analisar e propor soluções pelo método científico para problemas relacionados com a execução das fases clínicas e laboratoriais de modalidades de tratamentos das respectivas áreas de concentração;

- Capacidade de gerenciar metas de comunicação empresarial, pautadas na priorização do desenvolvimento social integrada aos avanços tecnológicos;

- Capacitação no modelo reconstrutivista para educação profissional em Odontologia, privilegiando o desenvolvimento do senso crítico, a independência de aprendizado do aluno e o conceito integral de saúde.
 

Áreas de Concentração:

Atento às necessidades do mercado odontológico no Rio de Janeiro, contempla 2 importantes áreas de concentração: Reabilitação Oral e Periodontia.

Cabe ao futuro mestre escolher qual das áreas atende as suas expectativas, de forma que seja possível garantir o direcionamento particular do seu aprendizado na área de concentração de seu interesse.

  • Reabilitação Oral
    A Reabilitação Oral (RO) é a área da odontologia que, de forma integrada, restaura elementos dentários destruídos e/ou recupera dentes perdidos. Várias especialidades odontológicas estão presentes nesta área, como a dentística, a periodontia, a endodontia, a prótese dentária e a implantodontia.

    O aluno que optar pela RO deverá desenvolver a capacidade de atuar de forma interdisciplinar, o que irá possibilitar desde a restauração do elemento dentário com resinas, cerâmicas ou metais, até a reposição do mesmo, de forma bastante previsível, através da atuação conjunta entre a prótese dentária e a implantodontia.  Para isso, deverá desenvolver uma formação sólida, ancorada na aplicação dos princípios teóricos que incluem, entre outras disciplinas, a ciência e a engenharia dos materiais e a clínica de reabilitação oral.

    As linhas de pesquisa que integram a área e que norteiam os temas das dissertações são: Bioengenharia tecidual; Epidemiologia, diagnóstico, prevenção e terapêutica em saúde bucal e Propriedades Físico-Químicas dos Materiais Odontológicos.
  • Periodontia
    A Periodontia é a especialidade odontológica que estuda as doenças que acometem os tecidos periodontais, sua prevenção e tratamento. O aluno que optar pela Periodontia deverá desenvolver a capacidade de diagnosticar as patologias periodontias e tratá-las, utilizando para isso a melhor evidência científica disponível.

    Além disso, a participação da periodontia na odontologia estética é uma realidade, por isso o aluno também deverá ser capaz de planejar e realizar cirurgias estéticas, no intuito de otimizar o resultado da reabilitação oral. Para isso, deverá desenvolver uma formação sólida, ancorada na aplicação dos princípios teóricos que incluem seminários e a clínica de periodontia.

    As linhas de pesquisa que integram a área e que norteiam os temas das dissertações são: Epidemiologia, diagnóstico, prevenção e terapêutica em saúde bucal; Etiopatogenia das doenças peridontais e Medicina periodontal.
  • Auxílios a pesquisa obtidos por professores do Mestrado em Odontologia / FAPERJ
    Em 2009, foi criado o Centro Cirúrgico para pesquisas na área de Periodontia (projeto Cirurgia Plástica Periodontal, coordenador Prof. Sergio Kahn): Projeto: Primeiros Projetos – Influencia do morfotipo periodontal no recobrimento radicular de recessões gengivais localizadas utilizando enxerto de tecido conjuntivo subepitelial. Professor: Sergio Kahn. Fomento: R$ 25.520,00;

    Projeto: Pesquisa para o SUS – Proposta para implementação de um protocolo de controle de infecção da cavidade oral em pacientes internados no SUS. Professor: Sergio Kahn. Fomento: R$ 30.491,00.
    Triênio (2010-2012):


    1. Laboratório de Biotecnologia. Título do projeto: Centro de biotecnologia em reabilitação oral – engenharia tecidual de mucosa oral e de ligamento periodontal. Edital FAPERJ 21/2012. Coordenador: Alex Balduino de Souza. Fomento: R$ 180.000,00 e Edital Jovem Cientista do Estado 2012-15. Fomento: R$ 75.600,00.

    2. Laboratório de Materiais. Título do projeto: Desenvolvimento De Novos Componentes De Iniciação Para Emprego Em Sistemas Adesivos Odontológicos Simplificados. Edital FAPERJ 21/2012. Coordenador: Luis Felipe Jochims Schneider. Fomento: R$100.000,00.

    3. Laboratório de coleta de materiais biológicos. Título do projeto: Acometimento por fungos na doença periodontal. Edital Jovem cientista 2010-13. Coordenador: Antonio Canabarro. Fomento: R$ 64.800,00.

    Em 2013,
    1. Projeto: “Avaliação da condição de saúde bucal de crianças de um abrigo da cidade do Rio de Janeiro para implantação de um programa de promoção de saúde bucal”. Professor: Andrea Antonio. FAPERJ, edital Auxílio à Pesquisa - APQ1 / Edição 2012.2. Fomento: R$ 15.000,00.

    2. Projeto: Estudo dos materiais compósitos odontológicos. Professor: Beatriz Tholt de Vasconcellos. Agencia: FAPERJ. Edital: APQ 1 2012-2. Situação: Aprovado (valor: 15.000,00).

    3. Projeto: comparação clinica e tomografica de parâmetros Periodontais. Professor: Sergio Kahn. Agencia: FAPERJ. Edital: Apq1/ 2012/02. Situação: aprovado

    4. Projeto: Avaliação da presença do polimorfismo dos genes il-1b e tnfa em pacientes com doença inflamatória intestinal e com peridontite crônica. Professor: Fernanda Brito. Agencia de fomento: FAPERJ. Edital: APQ1. Situação: Aprovado no valor de  R$ 6948,00.

    Sete trabalhos também foram aprovados pela FAPERJ com a concessão de bolsas no triênio 2010-2012:

    1. Aluna de graduação em odontologia: Milian Ruth de Carvalho Farias. Proc. n. E-26/100.114/2010. Título do projeto: Correlação entre a presença de fungos em sítios com periodontite crônica e a gravidade da doença. Orientador: Prof. Antonio Canabarro.

    2. Aluno de graduação em odontologia: Roberto Gonçalves Junior. Proc. n. E-26/100.122/2010. Título do projeto: Estudo da etiopatogenia da doença peri-implantar em humanos: Análise microbiológica. Orientadora: Profa Priscila Casado.

    3. Aluna de graduação em odontologia: Belisa Tellerman Cruz. Proc. n. E-26/100.087/2010. Título do projeto: Avaliação in vitro da morfologia e rugosidade superficial de resinas compostas após a aplicação de agentes clareadores. Orientadora: Profa. Beatriz Tholt de Vasconcellos.

    4. Aluno de graduação em Odontologia: Osmar Maritan da Costa. Proc. n. E-26/100.500/2010. Título do projeto: Pesquisa qualitativa sobre o grau de conhecimento e concordância de professores e pesquisadores sobre atuais indicações clínicas do MTA. Orientador: Prof. Gustavo De-Deus.

    5. Aluna de graduação em odontologia: Nathalia Resende Boia. Proc. n. E-26/100.429/2010. Título do projeto: Análise dos níveis da interleucina 10 no fluido crevicular peri-implantar em humanos. Orientadora: Profa. Priscila Ladeira Casado.

    6. Aluno de graduação em odontologia: Renan Rolim Marotte Corrêa. Proc. n. E-26/100.808/2010. Título do projeto: Avaliação da presença do polimorfismo dos genes IL-1B e TNFA em pacientes com doença inflamatória intestinal e com periodontite crônica. Orientadora: Profa Fernanda de Brito Silva.

    7. Aluno de graduação em odontologia: Marcelo Farias Tierno. Proc. n. E-26/100.490/2010. Título do projeto: Influência do modo de polimerização na microdureza Knoop de cimentos resinosos de polimerização dual usados para a cimentação de pinos de fibra de vidro. Profa Kátia Rodrigues Reis.

    Um trabalho foi aprovado em 2009 e finalizado em 2010, e recebeu bolsa PIBIC/CNPq:

    1.  Aluno - Romano Assumpção dos Santos. Matrícula: 20091102019. Curso: Odontologia. Título do Projeto: Avaliação do Potencial Condrogênico de Progenitores Mesenquimais da Adesão Lenta da Medula Óssea Humana Adulta. Orientador: Alex Balduíno.

    Além dos projetos com bolsa da FAPERJ/CNPq, no triênio 2010-2012, foram desenvolvidos 17 projetos de IC, com a participação de 24 alunos de graduação de Odontologia da UVA, com bolsas do programa PIC-UVA, comprovando a forte integração do MPO com a graduação.

 

Coordenação

Fale com o
Coordenador


Prof. Antonio Carlos Canabarro Andrade Júnior

Formação acadêmica:

Pós-doutorado (FORP/USP), doutorado (UERJ), mestrado (UERJ), especialização (UERJ) e Graduação em Odontologia. Área de concentração: Periodontia.


Experiência profissional:

Professor adjunto da Faculdade de Odontologia da UERJ e do Curso de Graduação em Odontologia da UVA.


Horário de atendimento:

Quintas-feiras: das 10h às 12h e das 13h às 17h.



onde cursar

Tijuca

Rua Ibituruna, 108, Tijuca.

Rio de Janeiro - RJ

Mais Mapa