Você está aqui

Notícia

< Voltar

Notícia < Voltar

Campus: 
Tijuca
Barra
Cabo Frio

Tecnologia a serviço da Odontologia

Comunicação Institucional   |    Tijuca Barra Cabo Frio

Uso de recursos digitais exige formação acadêmica de qualidade

 

Você que tem o sonho de se formar em Odontologia já pensou que, para isso, precisa estar familiarizado com o uso de novos softwares e de imagens em 3D? Pois deveria! Estar alinhado às transformações digitais e desenvolver habilidades multidisciplinares são capacidades fundamentais para o sucesso profissional dos jovens que estão entrando na universidade. Algumas carreiras, especialmente as da área de Saúde, passaram a exigir ainda mais dos alunos. O dentista, hoje, precisa oferecer um tratamento mais humanizado aos pacientes por meio de novas tecnologias que permitem, também, que os resultados dos procedimentos sejam mais eficazes. É aí que entram os softwares, por exemplo.

 

– Os tratamentos da área de Saúde estão cada dia mais personalizados e a Universidade Veiga de Almeida (UVA) busca inovar sempre, utilizando a tecnologia e pensando no cuidado do ser humano. Na parte prática, o estudante tem acesso a recursos e materiais usados na clínica diária como laser, softwares, impressão e exames de imagem em 3D, cada dia mais precisos e minuciosos, permitindo conhecer a fundo o paciente. Outro exemplo do cuidado com o outro é a utilização do prontuário eletrônico, que permite ter informações amplas sobre o paciente, como doenças sistêmicas e histórico familiar – destaca Beatriz Tholt, coordenadora da graduação em Odontologia da UVA.

 

Para ser ter um método de ensino no qual a era digital e a humanização caminham lado a lado, a coordenação do curso promove ações multidisciplinares. Há palestras com profissionais de outras áreas, como Psicologia e Marketing, avaliações internas que contribuem para quebra de paradigmas e melhora do modelo de ensino, incubadora para projetos, pesquisas de campo, estágios, atendimento à comunidade com alunos dos últimos períodos, manuseio de materiais já no segundo período, além de eventos com convidados de outros campos de atuação.

 

Aprendizado na prática

A troca de experiência entre universitários é outro estímulo, como destaca Everton da Silva Vianna, de 23 anos, aluno do 8º período que vai se especializar em endodontia, parte da Odontologia que trata de doenças e lesões que afetam a polpa e a raiz dentária:

 

– Os alunos dos primeiros períodos acompanham os que, como eu, fazem atendimento ao público. É legal porque eles têm a chance de ver o que vão encontrar futuramente. A UVA é um diferencial em Odontologia. Tenho convicção de estar preparado para o mercado de trabalho. Recebemos toda capacitação técnica do corpo docente. Nos atendimentos, temos autonomia, mas sempre com troca de ideias sobre o tipo de tratamento com os professores. E a parte teórica é forte, nos prepara para o futuro com a tecnologia e nos estimula a ter olhar humanitário — explica Everton.

 

A coordenadora do curso acrescenta outros diferenciais das atividades promovidas pela Veiga de Almeida. Segundo Beatriz, ao final da graduação, o aluno sente-se seguro e preparado para desafios e aprende a trabalhar em equipe, além de ter contato com questões éticas. O corpo docente também é estimulado a manter-se atualizado, como ela conta:

 

– Professores da graduação em Odontologia são escolhidos para fazerem cursos de outras áreas, como Mídias Digitais, para compartilharem o conhecimento.

 

Atividades extracurriculares e multidisciplinares, corpo docente altamente qualificado e atualizado, infraestrutura e uma grade curricular que oferece diversas possibilidades de contato entre o aluno e as técnicas atualizadas da prática odontológica fizeram com que o curso da UVA fosse reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) como um dos melhores entre as universidades particulares do Rio.

 

Para quem sonha cursar Odontologia e já entendeu que precisa aprender, na prática, como utilizar todas as novas técnicas que estão disponíveis no mercado, anote a data do próximo vestibular da UVA: 20 de julho.

 

Revolução digital

Não são apenas os profissionais recém-formados que precisam dominar as novas técnicas que o mercado de Odontologia oferece. O ortodontista Wagner Alviano, de 42 anos, se especializou e cursou mestrado e doutorado. Para ele, a tecnologia trouxe muita eficiência, rapidez e conforto para profissionais e para quem precisa usar aparelho dentário.

 

– A ortodontia passa por uma revolução digital com escâneres, alinhadores, DSD (Digital Smile Design, que simula um sorriso) e outros. Com um scanner, em cerca de cinco minutos, simulo a correção do alinhamento de dentes ou arcadas, e o paciente vê, numa primeira consulta, como será o resultado. Ver a felicidade de um paciente quando termina o tratamento é incrível! — conta o apaixonado pela Odontologia.

Ciências Biológicas e da Saúde

19/jul/2019

Tema:
Graduação,

Eventos

Ver Todos