Você está aqui

Notícia

< Voltar

Notícia < Voltar

Campus: 
Campus Tijuca
Campus Barra da Tijuca
Campus Cabo Frio
Campus Botafogo

Projeto ajuda transgêneros a adequarem voz à aparência

Universidade Veiga de Almeida   |    Campus Tijuca Campus Barra da Tijuca Campus Cabo Frio Campus Botafogo

O atendimento, promovido pelo curso de Fonoaudiologia, é gratuito e acontece no Centro de Saúde da Universidade Veiga de Almeida, na Praça da Bandeira

 

Com o objetivo de ajudar a população transgênero - indivíduos que não se identificam com o seu sexo biológico - a adequar a voz à aparência e conectar em definitivo a imagem do gênero com que se reconhece, há cinco anos foi criado o Ambulatório de Fonoaudiologia para adequação vocal do Centro de Saúde Veiga de Almeida (CSVA). O projeto, que já atendeu 90 pessoas desde 2017 e esteve paralisado em 2020 devido a pandemia da Covid-19, retomou as atividades no mês de junho em que é comemorado mundialmente o dia do orgulho LGBTQIA+.

 

A iniciativa conta com uma equipe de professores e alunos do curso de Fonoaudiologia. O trabalho engloba exercícios para melhorar a força muscular da laringe; a variação tonal, que pode ser do grave para agudo; os sons hiperagudos, no caso das mulheres trans e o abaixamento de laringe para os homens trans. Além disso, por meio do uso da poesia é exercitada toda a prosódia usada na fala masculina e feminina para trabalhar o tempo maior e o encurtamento das vogais.

 

Segundo o professor João Lopes, idealizador e coordenador do projeto da Universidade Veiga de Almeida (UVA), a não correspondência da voz com a identidade de gênero compromete tanto a empregabilidade como reduz as oportunidades de crescimento no mercado de trabalho. “Durante esses cinco anos de atividade, ouvimos recorrentes queixas de pessoas que são confundidas o tempo todo com o gênero com o qual não se identificam e não conseguem promoção na empresa, por exemplo.  O processo de confirmação vocal é uma etapa importante para elas vencerem o estranhamento do interlocutor e, efetivamente, ganharem voz no local de trabalho”, destaca.

 

O serviço é totalmente gratuito e para se inscrever o interessado precisa se autodeclarar homem ou mulher trans e entrar em contato, somente pelo Whatsapp do CSVA: (21) 99583-5274. Há fila de espera, mas assim que as vagas são liberadas, a pessoa é chamada para iniciar as sessões.

 

SERVIÇO

Ambulatório de Fonoaudiologia do Centro de Saúde Veiga de Almeida (CSVA)

Endereço: Praça da Bandeira, 149.

Inscrições: (21) 99583-5274

05/jul/2021

Tema:
UVA,

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com os nossos TERMOS DE USO E POLITICAS DE DADOS. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.