Entenda as principais avaliações do MEC para universidades

Por UVA, Junho 12, 2020

Você sabe qual a importância das avaliações do MEC para a escolha da universidade? Os critérios estabelecidos pelo Ministério da Educação funcionam justamente para analisar a qualidade do ensino, dentre outros aspectos relacionados aos cursos de graduação.
 
Para ter certeza de que está tomando a decisão certa para o seu futuro profissional, é muito importante prestar atenção a esse quesito e assim obter a garantia de que está investindo em uma instituição de credibilidade e reconhecida oficialmente.
 
Pensando nisso, preparamos um post para que você entenda por que é relevante se preocupar com as avaliações do MEC. Continue acompanhando e confira mais sobre o assunto!
 

POR QUE VOCÊ DEVE SE PREOCUPAR COM AS AVALIAÇÕES DO MEC? 

O sistema avaliativo do MEC foi criado com o intuito de verificar o status de cada curso superior, universidade e desempenho estudantil. Geralmente, a avaliação considera uma série de requisitos que dizem respeito tanto à habilitação do corpo docente, quanto à qualidade da infraestrutura física das instituições de ensino.
 
Por isso, a avaliação do MEC permite que os estudantes tenham acesso previamente a todas as informações relativas ao processo de aprendizagem, assim eles podem fazer uma escolha baseada na atual realidade. Caso a universidade apresente notas baixas ou desempenho insuficiente, por exemplo, os alunos correm o risco de não conseguirem o diploma, tornando inviável a continuidade da habilitação.
 
Dessa forma, é fundamental que a instituição de ensino superior tenha o reconhecimento e autorização do MEC para funcionar. Com isso, os graduandos ficam mais seguros em relação à qualidade da educação ofertada, tendo a certeza de que terão acesso a uma experiência acadêmica de excelência.
 
 

QUAIS SÃO E COMO FUNCIONAM AS AVALIAÇÕES DO MEC PARA UNIVERSIDADES?

Toda universidade no país, atualmente, deve se credenciar ao MEC para que as suas atividades tenham pleno funcionamento. A renovação da avaliação pode ser feita a cada 3 anos, baseando-se em alguns indicadores principais para compor as notas.
 
A seguir, falaremos mais sobre cada uma das avaliações do MEC e quais são os aspectos considerados pelo órgão.
 
 

CONCEITO INSTITUCIONAL (CI)

O Conceito Institucional (CI) faz parte de um processo avaliativo do Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior (Sinaes). Os especialistas do MEC visitam cada universidade credenciada para examinar as instalações físicas, as opções de formas de ingresso, a matriz curricular, a gestão escolar, além das políticas referentes ao ensino e ao funcionamento do corpo de colaboradores.
 
Sendo assim, o CI visa a analisar se a instituição está apta a oferecer tudo o que os alunos precisam para um bom desenvolvimento acadêmico, incluindo o serviço dos setores de atendimento e gestão. Assim, o indicador define uma nota de 1 a 5, sendo que a partir da nota 3 é possível ser autorizada e obter uma avaliação positiva.
 
 

ÍNDICE GERAL DE CURSOS AVALIADOS DA INSTITUIÇÃO (IGC)

Já o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) é um instrumento utilizado para calcular a qualidade do ensino, voltado exclusivamente para o desempenho acadêmico. A nota é construída com base na média dos cursos de graduação e pós-graduação ofertados. Ocorrendo anualmente, o IGC pontua notas de 0 a 5, sendo considerado um dos indicadores mais completos do MEC.
 
O cálculo é realizado por meio de alguns aspectos levantados sobre a atuação da instituição, como as médias do Enade, dos programas de mestrado e doutorado e da distribuição dos estudantes nos diferentes níveis de ensino. Quando a nota do IGC é insatisfatória, a qualidade dos cursos tende a ser baixa e não adequada aos critérios de funcionamento do MEC.
 
 

ENADE

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) tem uma importância fundamental para a avaliação das graduações ofertadas. Ele acontece todos os anos, no entanto, os cursos não são avaliados ao mesmo tempo.
 
Por meio de um exame feito com os estudantes, o desempenho estudantil é verificado e classificado dentro de uma escala de 1 a 5. A prova do Enade é composta de 40 questões, e o candidato tem quatro horas para emitir as respostas. Por ser um componente obrigatório na matriz curricular, o aluno que for convocado e não comparecer, será impedido de se formar e obter o diploma.
 
 

CONCEITO PRELIMINAR DE CURSO (CPC)

O Conceito Preliminar de Curso (CPC) considera determinadas dimensões da qualidade do ensino, como o desempenho estudantil no Enade, o perfil do corpo docente e suas titulações acadêmicas, além da percepção que os alunos têm sobre as condições fornecidas pela universidade e seus esforços em disponibilizar inovação na educação.
 
O CPC é divulgado anualmente, de acordo com os resultados da prova do Enade do ano anterior. A nota é classificada de 1 a 5, e os cursos que receberem CPC insatisfatório são automaticamente incluídos no cronograma de visitas dos avaliadores. Já a instituição que atinge nota igual ou superior a 3 pode escolher se deseja ou não a visita dos servidores do MEC.
 
 

QUAIS SÃO AS PONTUAÇÕES DA UVA NAS AVALIAÇÕES DO MEC?

Você sabia que há inúmeros benefícios da Universidade Veiga de Almeida para os graduandos? A UVA foi classificada como uma das melhores universidades privadas do Rio de Janeiro, atingindo nota 5 no Conceito Institucional do MEC, tanto em seus cursos a distância quanto nos presenciais.
 
Algumas das graduações que atingiram primeiro lugar no Enade foram:
 
  • Jornalismo;
  • Administração;
  • Marketing;
  • Publicidade e Propaganda;
  • Enfermagem.
 
Já alguns dos cursos melhor avaliados no CPC foram:
 
  • Ciências Contábeis;
  • Fisioterapia;
  • Relações Internacionais;
  • Odontologia.
 
A UVA oferece um projeto pedagógico inovador, contando com a metodologia hands on e a experiência maker. Assim, o método de aprendizagem é completamente participativo e fundamentado em uma perspectiva interdisciplinar. O objetivo, com isso, é desenvolver cidadãos e futuros profissionais que consigam proporcionar soluções eficazes aos vários desafios do mercado de trabalho.
 
Agora que você já sabe a importância das avaliações do MEC para a escolha da instituição de ensino superior, certamente será mais simples tomar uma decisão que garanta a qualidade da sua educação. Portanto, antes de se matricular e optar por um curso, lembre-se de que é fundamental verificar a pontuação da universidade e se ela está apta a oferecer a titulação.
 
Gostou do conteúdo? Quer saber mais sobre os resultados e os diferenciais da UVA? Então, confira agora mesmo mais informações sobre a nossa avaliação!
 

Publicado em: Blog da UVA

Palavra-chave

Você também pose se interessar por

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com os nossos TERMOS DE USO E POLITICAS DE DADOS. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.